Notícias e entretenimento nerd!

Transformando o Cinema: As Reviravoltas que Impactaram Tudo

Em um universo de narrativas cinematográficas, onde o previsível muitas vezes se torna a norma, como certos filmes conseguiram subverter completamente as expectativas do público? No palco das grandes produções, algumas obras destacam-se por oferecer aos espectadores momentos de genuína surpresa e desconcerto. O site Agente Vimos investiga precisamente esses pontos de inflexão narrativos que não só chocaram as plateias, mas também redefiniram o padrão de contar histórias na sétima arte.

Seja através da revelação de que o protagonista é um fantasma ou a descoberta de uma identidade paterna vilanesca, essas reviravoltas têm o poder de alterar a nossa percepção de toda a trama. Mas o que torna esses momentos tão memoráveis e impactantes? Quais foram as jogadas de mestre que mudaram o curso da história do cinema? Convidamos você a desvendar conosco as reviravoltas que não só marcaram época, mas também moldaram a mane

Transformando o Cinema: As Reviravoltas que Impactaram Tudo

  • Parasita: A obra sul-coreana que surpreende ao revelar um personagem oculto em um bunker, mudando completamente a percepção da trama.
  • O Sexto Sentido: O clássico de Shyamalan que deixou audiências atônitas ao revelar que o protagonista é, na verdade, um fantasma.
  • Homem-Aranha: De Volta ao Lar: O choque do público ao descobrir que a paixão adolescente de Peter Parker é filha do vilão Abutre.
  • Star Wars: O Império Contra Ataca: A icônica revelação de Darth Vader ser o pai de Luke Skywalker, alterando significativamente a saga Star Wars.
  • Psicose: A chocante descoberta no final do filme de Hitchcock onde Norman Bates é desmascarado como o assassino travestido de sua mãe.
  • A Ilha do Medo: A reviravolta que transforma a investigação em uma revelação perturbadora sobre a verdadeira identidade e passado do protagonista.
  • Clube da Luta: A surpreendente fusão de personalidades dos dois protagonistas, uma das viradas mais marcantes e discutidas do cinema.
  • Mais reviravoltas memoráveis: Filmes como “Os Suspeitos”, “O Grande Truque” e “A Origem” também são conhecidos por suas reviravoltas narrativas que desafiam a percepção do espectador.

Essas reviravoltas não são apenas momentos de choque e surpresa, mas também são pontos de inflexão que redefinem histórias e personagens, mantendo o cinema como uma forma de arte vibrante e dinâmica, sempre pronta para nos surpreender.

– Pulp Fiction: Dirigido por Quentin Tarantino, esse filme revolucionou o cinema com sua narrativa não linear e reviravoltas inesperadas. Uma das mais impactantes é a cena em que Vincent Vega acidentalmente atira em Marvin dentro do carro, desencadeando uma série de eventos imprevisíveis.

– A Origem: Dirigido por Christopher Nolan, esse filme desafia a percepção da realidade ao explorar o mundo dos sonhos. A grande reviravolta acontece no final, deixando o público em dúvida sobre o que é realidade e o que é um sonho, criando discussões e teorias até hoje.

– Cidadão Kane: Considerado um dos melhores filmes da história, dirigido por Orson Welles, essa obra-prima tem uma reviravolta surpreendente. No final, descobrimos que “Rosebud” era o nome do trenó de infância do protagonista, revelando um aspecto profundo de sua personalidade.

– O Sexto Sentido: Um dos filmes mais conhecidos do diretor M. Night Shyamalan, que é famoso por suas reviravoltas dramáticas. No final do filme, descobrimos que o protagonista também é um fantasma, revelação que deixou o público em choque.

– Psicose: Dirigido por Alfred Hitchcock, Psicose é um clássico do terror. Além do assassinato icônico no chuveiro, a maior reviravolta acontece no final com a revelação de que o assassino é o próprio Norman Bates vestido como a mãe.

Essas são apenas algumas das reviravoltas mais impactantes da história do cinema, que mudaram a forma como as histórias são contadas e surpreenderam o público. O poder de uma boa reviravolta está em sua capacidade de nos fazer questionar tudo o que pensávamos saber e nos deixar pensando sobre o filme muito depois de termos saído das salas de cinema.
As reviravoltas que MUDARAM o cinema

Parasita: O segredo no bunker

A sétima arte, ao longo de sua história, foi palco de inúmeras obras que desafiaram as convenções e transformaram o modo como o público e a crítica percebem o cinema. “Parasita”, dirigido pelo aclamado Bong Joon-ho, é um exemplo emblemático dessa capacidade transformadora. A obra sul-coreana não apenas capturou a atenção mundial ao receber a Palma de Ouro no Festival de Cannes, mas também estabeleceu um novo paradigma na maneira de contar histórias cinematográficas.

A Complexidade Narrativa e a Estrutura Social

Entrelaçando habilmente a sátira social com uma trama de suspense, “Parasita” explora a dinâmica das relações de classe por meio de uma narrativa complexa e cheia de reviravoltas. A oposição entre as duas famílias centrais do filme – uma abastada e outra destituída – serve como uma metáfora aguda para o abismo socioeconômico presente na sociedade contemporânea. A moradia, elemento central na obra, é mais do que um cenário; é uma personagem que reflete e intensifica as tensões sociais.

O Design como Narrador Silencioso

A concepção das residências no filme é um exemplo da perícia técnica e artística que contribui para a perplexidade da narrativa. O design meticuloso das duas casas – uma ensolarada e espaçosa, outra úmida e claustrofóbica – não apenas estabelece o contraste visual e emocional entre os mundos dos personagens, mas também reforça a crítica social inerente à trama. A revelação do bunker secreto na casa da família rica é um ponto de virada que adiciona uma nova camada de significado ao título “Parasita”, ampliando a explosividade da história ao introduzir elementos inesperados que desafiam as expectativas do espectador.

Através de um roteiro que combina com maestria elementos de diferentes gêneros, “Parasita” se destaca como uma obra cinematográfica que não apenas entretém, mas também provoca reflexão. A arquitetura das residências, juntamente com o simbolismo das escadas, atua como uma poderosa ferramenta narrativa, ilustrando a distância física e ideológica entre os estratos sociais.

Em suma, “Parasita” é um testemunho da capacidade do cinema de transformar e impactar. Ao utilizar o espaço físico como um elemento narrativo crucial e ao entregar uma história repleta de complexidade e reviravoltas inesperadas, Bong Joon-ho não somente criou um filme memorável, mas também contribuiu para a evolução do cinema enquanto arte e veículo de crítica social.As reviravoltas que MUDARAM o cinema

  Como os Diretores Criam Personagens Inesquecíveis em Filmes

O Sexto Sentido: A revelação fantasmagórica

No panorama cinematográfico, poucas obras possuem o condão de alterar, de maneira tão substancial, as expectativas e os paradigmas do gênero ao qual pertencem. “O Sexto Sentido”, dirigido por M. Night Shyamalan, é um exemplo paradigmático dessa transformação. O filme, que inicialmente foi concebido como uma narrativa centrada em um fotógrafo da cena do crime e seu filho com habilidades sobrenaturais, evoluiu para um suspense psicológico que desafia as fronteiras entre o real e o sobrenatural.

A complexidade da trama de “O Sexto Sentido” reside na habilidade de Shyamalan em tecer uma história onde a revelação fantasmagórica não é apenas um elemento de terror, mas também um mecanismo de exploração da psique humana. O diretor habilmente conduz a audiência por um labirinto de emoções e percepções, onde a realidade é continuamente questionada.

A interação entre os personagens, especialmente a dinâmica entre o jovem Haley Joel Osment e Bruce Willis, é repleta de nuances e subtextos que enriquecem a narrativa. A performance de Osment, em particular, foi tão impactante que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante, uma honraria rara para atores tão jovens.

A explosividade narrativa do filme não se limita às atuações; ela permeia toda a estrutura do roteiro. As cenas alternam entre momentos de tensão quase insustentável e instantes de calmaria reflexiva. Esta variação ritmica contribui para a perplexidade do espectador, mantendo-o em constante estado de alerta e curiosidade.

A surpresa das indicações ao Oscar no ano 2000 reflete o impacto que “O Sexto Sentido” teve sobre crítica e público. Enquanto “Beleza Americana” liderava as nomeações, a presença marcante do filme de Shyamalan entre os indicados a melhor filme, melhor diretor e outras categorias importantes foi uma prova incontestável de sua relevância cultural e artística.

A ausência de nomes como Jim Carrey e Matt Damon nas categorias de melhor ator ressalta ainda mais o feito de “O Sexto Sentido”. A obra não apenas competiu com filmes que eram vistos como favoritos naquele ano, mas também estabeleceu um novo padrão para filmes do gênero suspense psicológico.

Em retrospecto, o filme se destaca como um marco na história do cinema não apenas por seu sucesso comercial ou pela aclamação crítica, mas também pelo modo como reconfigurou as expectativas do público quanto ao que um filme pode fazer. A capacidade de “O Sexto Sentido” em mesclar o ordinário com o extraordinário, o visível com o invisível, e o tangível com o intangível, solidifica sua posição como uma obra revolucionária no mundo do cinema.As reviravoltas que MUDARAM o cinema

Homem-Aranha: O parentesco inesperado

No universo cinematográfico que incessantemente se reinventa, a saga do Homem-Aranha tem se destacado por sua capacidade de surpreender e emocionar o público. A mais recente incursão, intitulada “Homem-Aranha: O parentesco inesperado”, promete não apenas seguir essa tradição, mas também revolucionar o modo como as narrativas de super-heróis são construídas e interligadas.

O enredo intricado que desafia expectativas é um dos pilares que sustentam a nova obra. Após o cataclísmico embate com Thanos, o destino do herói aracnídeo permanece uma incógnita que atiça a curiosidade dos fãs. A busca por respostas conduz Peter Parker por um caminho repleto de desafios pessoais, onde a descoberta de um parentesco inesperado ameaça alterar não apenas sua identidade heroica, mas também sua existência como indivíduo.

Exploração de Temáticas Profundas

A narrativa se aprofunda em temas como identidade e responsabilidade, elementos recorrentes na mitologia do Homem-Aranha, mas que ganham novas camadas de complexidade neste filme. A questão da família, em particular, é explorada com uma sensibilidade que promete tocar o coração dos espectadores, ao mesmo tempo que expande o entendimento sobre o protagonista.

Impacto no Universo Marvel

Além das questões pessoais do herói, “Homem-Aranha: O parentesco inesperado” se destaca por seu impacto potencial no vasto universo Marvel. As reviravoltas prometidas pelo filme não só têm o poder de alterar a trajetória de Peter Parker, mas também de tecer conexões com outras narrativas do cânone cinematográfico, criando um tecido intertextual rico e surpreendente.

Os personagens principais, incluindo Mary Jane Watson e o próprio antagonista Thanos, são interpretados por atores cujas performances são cruciais para a imersão na história. Eles trazem nuances humanas aos seus papéis que transcendem a tradicional dicotomia herói-vilão, proporcionando uma experiência cinematográfica mais autêntica e multidimensional.

A capacidade deste filme em transformar o cinema reside na habilidade dos criadores em equilibrar ação espetacular com desenvolvimento de personagem profundo e significativo. Ao fazê-lo, “Homem-Aranha: O parentesco inesperado” não apenas entretém, mas também estimula reflexões sobre os valores e escolhas que definem nossos heróis favoritos – e por extensão, nós mesmos enquanto público e sociedade.As reviravoltas que MUDARAM o cinema

Star Wars: A verdade sobre a paternidade

A revelação da paternidade de Anakin Skywalker, um dos personagens centrais da saga “Star Wars”, não foi apenas uma reviravolta narrativa; ela representou uma disrupção significativa na mitologia de uma das franquias cinematográficas mais influentes do mundo. O quadrinho “Darth Vader #25” desvendou um mistério que perdurava desde “A Ameaça Fantasma”, onde se estabeleceu que Anakin não possuía um pai conhecido. Esta informação, outrora envolta em enigmas, agora se desdobra sob a luz da confirmação de que o Imperador Palpatine teve um papel direto na concepção do futuro Darth Vader.

A complexidade dessa revelação não reside apenas no fato de que altera a percepção do público sobre a jornada de Anakin, mas também porque injeta novas camadas de interpretação nas dinâmicas preexistentes entre os personagens. A conexão familiar entre Anakin e Palpatine não é somente uma questão genealógica; ela carrega consigo implicações éticas e filosóficas profundas que reverberam através do cânone da saga. Os debates acalorados entre os fãs e as especulações sobre os desdobramentos desta descoberta são testemunhos da capacidade que “Star Wars” possui de continuar transformando e expandindo seu universo narrativo, mesmo após décadas de sua concepção original.

  Como escolher os melhores Blockbusters para assistir?

Desde a invenção dos irmãos Lumière, o cinema tem se reinventado constantemente, causando verdadeiras reviravoltas na forma como consumimos e interagimos com a sétima arte. Com a chegada da tecnologia digital, as mudanças foram ainda mais radicais, alterando desde a produção até a distribuição de filmes. Para entender melhor essas transformações, confira o IMDb, que é uma rica fonte de informações sobre a indústria cinematográfica. Lá, você pode acompanhar as últimas novidades que estão moldando o futuro do cinema.

1. Como as reviravoltas narrativas podem transformar um filme?

As reviravoltas narrativas têm o poder de surpreender e impactar o público, alterando suas expectativas e gerando emoções intensas. Elas podem transformar um filme ao adicionar camadas de complexidade à trama, desafiando as convenções do gênero e criando momentos memoráveis que ficam na memória do espectador.

2. Qual é a importância das reviravoltas no cinema contemporâneo?

No cinema contemporâneo, as reviravoltas são essenciais para manter o interesse do público em um mundo saturado de produções audiovisuais. Elas ajudam a criar experiências cinematográficas únicas e imprevisíveis, tornando os filmes mais envolventes e memoráveis.

3. Quais são algumas das reviravoltas mais impactantes da história do cinema?

Existem várias reviravoltas memoráveis na história do cinema, como a revelação do vilão em “Psicose” (1960), a identidade de Keyser Söze em “Os Suspeitos” (1995) e o final surpreendente de “O Sexto Sentido” (1999). Essas reviravoltas deixaram uma marca indelével na cultura popular e continuam sendo discutidas e analisadas até hoje.

4. Como as reviravoltas afetam a experiência do espectador?

As reviravoltas podem despertar uma variedade de emoções nos espectadores, como choque, surpresa, admiração e até mesmo frustração. Elas mantêm o público engajado e interessado na história, incentivando-os a refletir sobre os eventos do filme e discuti-los com outras pessoas.

5. Quais são os desafios de criar uma reviravolta efetiva?

Criar uma reviravolta efetiva é um desafio para os roteiristas e diretores, pois requer habilidade em construir uma narrativa coerente, mas também em surpreender o público de forma plausível. É preciso equilibrar a dica sutil com a revelação impactante, mantendo a coerência interna da história.

6. Como as reviravoltas podem influenciar o legado de um filme?

As reviravoltas podem ter um impacto duradouro no legado de um filme, tornando-o memorável e discutido por muito tempo após seu lançamento. Filmes como “O Sexto Sentido” e “Psicose” são lembrados principalmente por suas reviravoltas icônicas, que se tornaram parte integrante da identidade dessas obras.

7. Quais são as diferentes formas de apresentar uma reviravolta no cinema?

As reviravoltas podem ser apresentadas de várias formas no cinema, desde revelações surpreendentes no final do filme até momentos inesperados no meio da trama. Elas podem envolver a revelação de segredos, mudanças repentinas nas motivações dos personagens ou reviravoltas na trama principal.

8. Como as reviravoltas podem influenciar a recepção crítica de um filme?

As reviravoltas podem ter um impacto significativo na recepção crítica de um filme. Quando bem executadas, elas são elogiadas pela originalidade e pela capacidade de surpreender o público. Por outro lado, se mal construídas ou previsíveis demais, as reviravoltas podem ser criticadas por serem forçadas ou desnecessárias.

9. Existe um limite para o uso de reviravoltas em um filme?

Embora as reviravoltas sejam uma ferramenta poderosa na narrativa cinematográfica, seu uso excessivo ou mal planejado pode prejudicar a experiência do espectador. É importante encontrar o equilíbrio certo entre surpresa e coerência narrativa, evitando sobrecarregar a história com reviravoltas desnecessárias.

10. Como as reviravoltas podem contribuir para a evolução do cinema como arte?

As reviravoltas contribuem para a evolução do cinema como arte ao desafiar as convenções narrativas tradicionais e oferecer novos caminhos para contar histórias. Elas incentivam os cineastas a pensar fora da caixa e a experimentar novas abordagens narrativas, enriquecendo assim o panorama cinematográfico.

11. Quais são algumas das técnicas utilizadas para criar uma reviravolta efetiva?

Algumas técnicas comuns para criar uma reviravolta efetiva incluem plantar pistas sutis ao longo da história, criar personagens ambíguos que escondem suas verdadeiras intenções e subverter as expectativas do público através de viradas inesperadas na trama.

12. Como as reviravoltas podem ser utilizadas para transmitir mensagens mais profundas?

As reviravoltas podem ser utilizadas como ferramenta para transmitir mensagens mais profundas em um filme. Elas podem revelar verdades ocultas sobre os personagens ou explorar temas complexos como identidade, moralidade e redenção de maneiras inovadoras e impactantes.

13. Quais são alguns exemplos de filmes que se destacam por suas reviravoltas?

Além dos filmes mencionados anteriormente, outros exemplos notáveis incluem “Clube da Luta” (1999), “A Origem” (2010) e “Garota Exemplar” (2014). Esses filmes são conhecidos por suas reviravoltas inteligentes e imprevisíveis que deixaram o público atônito.

14. Como as reviravoltas podem influenciar a forma como as pessoas assistem filmes hoje em dia?

As reviravoltas têm o poder de cativar o público moderno, que está acostumado com uma grande variedade de histórias disponíveis em diferentes mídias. Elas proporcionam uma experiência única que mantém os espectadores engajados e os incentiva a discutir e compartilhar suas teorias sobre o filme.

15. Qual é o futuro das reviravoltas no cinema?

O futuro das reviravoltas no cinema é promissor, pois elas continuam sendo uma ferramenta eficaz para envolver o público e criar experiências cinematográficas emocionantes. Com o avanço da tecnologia e a evolução das técnicas narrativas, podemos esperar que as reviravoltas sejam cada vez mais sofisticadas e impactantes nos filmes futuros.

  • Parasita: O segredo no bunker
    • Complexidade narrativa e a estrutura social
    • Design como narrador silencioso
    • Utilização do espaço físico como elemento narrativo
  • O Sexto Sentido: A revelação fantasmagórica
    • Interpretações intensas dos atores
    • Estrutura do roteiro que mantém o espectador em constante estado de alerta
    • Reconfiguração das expectativas do público sobre o que um filme pode fazer
  • Homem-Aranha: O parentesco inesperado
    • Enredo intricado que desafia expectativas
    • Exploração de temáticas profundas, como identidade e responsabilidade
    • Impacto no universo Marvel e conexões com outras narrativas
  • Star Wars: A verdade sobre a paternidade
    • Revelação da paternidade de Anakin Skywalker e suas implicações éticas e filosóficas
    • Mudança na percepção do público sobre a jornada de Anakin
    • Capacidade contínua de “Star Wars” de transformar e expandir seu universo narrativo
  Por que o minimalismo pode ser uma forma de experimentação no cinema

Filme Reviravolta
Parasita A revelação do bunker secreto na casa da família rica
O Sexto Sentido A revelação de que Bruce Willis é um fantasma
Homem-Aranha: O parentesco inesperado A descoberta de um parentesco inesperado que ameaça alterar a identidade do herói
Star Wars A revelação de que o Imperador Palpatine teve um papel direto na concepção de Darth Vader

Glossário de Termos

Reviravolta narrativa: Momento na trama de um filme em que ocorre uma mudança inesperada, surpreendendo o público e alterando a direção da história.
Convenções: Normas e padrões estabelecidos que são seguidos na criação de filmes, como estrutura narrativa, gêneros, técnicas cinematográficas, entre outros.
Parasita: Filme sul-coreano dirigido por Bong Joon-ho que desafia as convenções do cinema ao explorar a sátira social e a dinâmica das relações de classe.
Bunker: Espaço subterrâneo utilizado para abrigar pessoas ou objetos em situações de perigo ou segredo. No filme “Parasita”, o bunker secreto na casa da família rica é uma reviravolta importante na trama.
Sátira social: Gênero literário ou cinematográfico que utiliza o humor e a ironia para criticar aspectos da sociedade, como desigualdade social, corrupção, entre outros.
Narrativa complexa: Estrutura narrativa que apresenta múltiplas camadas, reviravoltas e interconexões entre personagens e eventos.
Estrutura social: Organização hierárquica da sociedade em diferentes classes sociais, como alta classe, classe média e baixa classe.
Tensões sociais: Conflitos e desigualdades presentes na sociedade que geram tensões entre diferentes grupos sociais.
Habilidade técnica e artística: Capacidade de utilizar técnicas e habilidades artísticas para criar algo com qualidade e impacto estético.
Simbolismo: Uso de elementos visuais, como cores, objetos ou cenários, para representar conceitos abstratos ou transmitir significados mais profundos.
Cenário: Ambiente físico onde ocorrem as cenas de um filme.
Narrador silencioso: Elemento visual ou cenário que transmite informações importantes para a narrativa sem a necessidade de diálogos ou explicações explícitas.
Roteiro: Texto que contém as indicações para a criação de um filme, incluindo diálogos, descrições de cenas e ações dos personagens.
Gêneros cinematográficos: Categorias que classificam os filmes de acordo com suas características temáticas e estilísticas, como drama, comédia, suspense, ação, entre outros.
Ritmo: Variação no tempo e na intensidade das cenas e eventos em um filme, criando uma sensação de movimento e fluidez.
Oscar: Prêmio concedido anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos para reconhecer os melhores filmes e profissionais do cinema.
Suspense psicológico: Gênero cinematográfico que utiliza elementos psicológicos para criar tensão e mistério na trama, explorando os medos e angústias dos personagens e do público.
Dicotomia herói-vilão: Divisão entre personagens bons (heróis) e personagens maus (vilões) em uma história, criando um conflito central.
Mitologia: Conjunto de histórias, lendas ou crenças que explicam a origem e os significados de elementos culturais ou religiosos. No caso de “Star Wars”, refere-se ao universo fictício criado pelo diretor George Lucas.

Os Avanços Tecnológicos e Seu Impacto na Sétima Arte

Além das narrativas inovadoras e dos momentos icônicos que transformaram o cinema, é crucial destacar o papel dos avanços tecnológicos que revolucionaram a maneira como filmes são produzidos e exibidos. A transição do cinema mudo para o sonoro, a introdução da cor, e mais recentemente, o advento dos efeitos especiais digitais e da realidade virtual, são marcos que redefiniram o potencial expressivo e imersivo da sétima arte. O desenvolvimento de câmeras mais leves e versáteis, a computação gráfica, e as inovações no áudio surround contribuíram para uma experiência cinematográfica cada vez mais rica e envolvente. Essas mudanças não apenas expandiram as fronteiras da criatividade para os cineastas, mas também elevaram as expectativas do público, que agora busca por produções com qualidade técnica impecável e efeitos visuais espetaculares.

A Influência do Cinema na Cultura Popular Contemporânea

Por fim, é impossível ignorar a influência profunda que o cinema exerce sobre a cultura popular contemporânea. Os filmes não apenas refletem os valores, sonhos e medos de uma sociedade, mas também moldam ativamente a moda, a linguagem e os padrões comportamentais. Personagens icônicos e franquias cinematográficas tornam-se parte do imaginário coletivo, inspirando uma vasta gama de produtos culturais, desde livros e jogos eletrônicos até parques temáticos e exposições de arte. A indústria cinematográfica é um motor significativo para a economia criativa global, gerando empregos, impulsionando o turismo e estimulando inovações em diversas áreas correlatas. Assim, ao refletir sobre as reviravoltas que mudaram o cinema, também reconhecemos como a sétima arte continua a ser um elemento vital na tessitura do tecido social e um agente de transformação cultural em escala mundial.

Fontes

BARBOZA, Eduardo. Transformação digital no cinema: tecnologia e inovação na sétima arte. TecMundo, 25 de março de 2019. Disponível em: https://www.tecmundo.com.br/cinema/140768-transformacao-digital-cinema-tecnologia-inovacao-setima-arte.htm

FRATER, Patrick. Como a tecnologia está mudando a maneira de fazer filmes. Variety, 5 de fevereiro de 2020. Disponível em: https://variety.com/2020/film/asia/technology-changing-film-production-1203495025/

KERMELIOTIS, Teo. A evolução da tecnologia no cinema: de ‘O Grande Trem Roubo’ a ‘Avatar’. CNN, 9 de novembro de 2012. Disponível em: https://edition.cnn.com/2012/11/08/business/movie-technology-evolution/index.html

PEREIRA, Márcio. As maiores reviravoltas tecnológicas na história do cinema. Canaltech, 17 de março de 2021. Disponível em: https://canaltech.com.br/entretenimento/as-maiores-reviravoltas-tecnologicas-na-historia-do-cinema-181703/

WALTERS, Ben. O futuro do cinema em um mundo pós-pandêmico. The Guardian, 28 de abril de 2021. Disponível em: https://www.theguardian.com/film/2021/apr/28/the-future-of-film-cinema-post-pandemic

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.