Notícias e entretenimento nerd!

“Embarque nessas aventuras cinematográficas e explore o mundo!”

No vasto universo cinematográfico, há filmes que transcendem a mera função de entretenimento para se tornarem verdadeiras fontes de inspiração. **Filmes de aventura** que retratam jornadas épicas ao redor do mundo têm o poder de despertar o desejo de explorar novos horizontes e vivenciar experiências transformadoras. Mas quais são as obras que instigam esse impulso aventuresco, capazes de fazer você querer largar tudo e partir rumo ao desconhecido?

O site **Agente Vimos** selecionou um conjunto de películas que prometem acender a chama da curiosidade e do wanderlust em cada espectador. Já se perguntou o que é preciso para abraçar a coragem e o desapego como Christopher McCandless em “Na Natureza Selvagem”? Ou imaginou-se descobrindo uma praia secreta na Tailândia, tal como em “A Praia”? Prepare-se para uma análise detalhada desses contos de fuga, autodescoberta e busca por liberdade que moldam os

Embarque nessas Aventuras Cinematográficas e Explore o Mundo!

  • “Na Natureza Selvagem”: A história real de Christopher McCandless e sua busca por liberdade nos EUA, explorando temas como coragem e desapego.
  • “EuroTrip – Passaporte para a Confusão”: Siga um grupo de amigos em uma viagem repleta de humor pela Europa, destacando a juventude e o espírito aventureiro.
  • “Comer Rezar Amar”: Junte-se a Elizabeth Gilbert em sua jornada de autoconhecimento pela Itália, Índia e Bali, com forte atuação de Julia Roberts.
  • “A Praia”: Descubra uma comunidade secreta em uma praia tailandesa, abordando o desejo de isolar-se da sociedade em busca do paraíso.
  • “Diários de Motocicleta”: Reviva a emocionante viagem de Ernesto Guevara pela América do Sul, que revela a beleza do continente e o espírito revolucionário.
  • “Bourne” (Sequência): Acompanhe Jason Bourne enquanto ele viaja pelo mundo buscando sua verdadeira identidade, misturando ação e suspense.
  • “Mamma Mia!”: Desfrute de um musical vibrante na Grécia ao som de ABBA, combinando romance, reencontros e muita diversão.
  • “Forrest Gump – O Contador de Histórias”: Viaje pela história americana com Forrest Gump, um personagem que se encontra em eventos históricos enquanto lida com desafios pessoais.
  • “Encontros e Desencontros”: Viva a experiência de dois americanos em Tóquio lidando com solidão e diferenças culturais, enquanto redescobrem a vida em uma nova cidade.
  • “O Mundo é Grande e a Salvação Espreita ao virar da Esquina”: Siga Alex em uma jornada espiritual pelo Leste Europeu em busca de sua identidade após um acidente.
  • “A Vida Secreta de Walter Mitty”: Aventure-se com as fantasias de Walter Mitty, que levam o espectador por locais espetaculares como Islândia e Afeganistão enquanto ele enfrenta desafios reais.

Embarque nessas aventuras cinematográficas e explore o mundo! Conheça histórias inspiradoras de personagens corajosos que se lançam em jornadas transformadoras ao redor do globo. Desde a busca por liberdade e autoconhecimento na natureza selvagem dos Estados Unidos, até as risadas garantidas em uma EuroTrip pela Europa, esses filmes nos transportam para paisagens exóticas e nos fazem refletir sobre a vida. Permita-se viajar através das telas e deixe-se envolver pelas emoções e experiências únicas que essas histórias oferecem. Aproveite esse momento para planejar suas próprias aventuras futuras e alimentar seu espírito viajante.
Filmes de aventura que vão te fazer querer largar tudo e VIAJAR

Na Natureza Selvagem: Uma Jornada de Autoconhecimento e Liberdade

Em meio a uma sociedade repleta de convenções e expectativas, a busca por liberdade e autoconhecimento se torna uma narrativa poderosa que captura a imaginação de muitos. O filme “Na Natureza Selvagem”, baseado em eventos reais, é uma obra cinematográfica que desbrava essa temática com intensidade e profundidade. A história de Chris McCandless, um jovem oriundo de uma família abastada que decide abandonar seu futuro promissor para explorar o Alasca em uma aventura solitária, é um convite à reflexão sobre os valores da sociedade contemporânea e o significado da existência humana.

A jornada de McCandless é marcada por encontros e desencontros, tanto com pessoas que cruzam seu caminho quanto com os próprios limites da natureza e da solidão. Ao longo do filme, observa-se um mergulho nas complexidades das relações humanas, bem como nas consequências das escolhas radicais que desafiam o status quo. A narrativa entrelaça momentos de profunda conexão com a natureza e episódios de crua realidade, onde a sobrevivência se torna o cerne da experiência.

A América dos Marginalizados

O filme também oferece um olhar sobre a América dos marginalizados, aqueles indivíduos que vivem à margem da sociedade e adotam estilos de vida alternativos. São homens e mulheres que, assim como McCandless, buscam sentido em uma existência despojada das amarras materiais. As cenas nas cidades rurais, onde conversas giram em torno do tempo e da colheita, revelam um contraste entre a simplicidade da vida no campo e a complexidade emocional dos personagens.

Reflexões Sobre Liberdade e Escolhas

“Na Natureza Selvagem” não é apenas uma história sobre aventura, mas também um convite à introspecção. A trajetória de McCandless suscita questionamentos sobre o que realmente valorizamos e as consequências das decisões que tomamos em busca daquilo que consideramos liberdade. A narrativa do filme é pontuada por momentos de beleza selvagem e crueza existencial, onde os sonhos juvenis encontram-se com a realidade, muitas vezes implacável.

A obra cinematográfica consegue capturar a essência do espírito humano em sua luta por autenticidade, mesmo diante dos perigos inerentes à escolha de um caminho menos trilhado. O desfecho trágico de McCandless serve como um lembrete sombrio das limitações humanas frente à imensidão da natureza. No entanto, sua história permanece como um testemunho poderoso sobre a importância de perseguir nossos ideais mais profundos.

Em “Na Natureza Selvagem”, cada espectador é convidado a embarcar em uma jornada cinematográfica que transcende a tela, impelindo-nos a explorar os recônditos mais selvagens do mundo e da alma humana.Filmes de aventura que vão te fazer querer largar tudo e VIAJAR

EuroTrip – Passaporte para a Confusão

A sétima arte, com sua capacidade de transportar o espectador para diferentes realidades, tem o poder de nos fazer explorar o mundo sem sair do conforto de nossos lares. Dentro deste contexto, a comédia “EuroTrip – Passaporte para a Confusão” emerge como um exemplar notável, oferecendo uma visão cômica e satírica sobre as viagens de descoberta pessoal que muitos jovens anseiam experimentar.

  Tensão no cinema: como criar um suspense inesquecível

Uma Jornada de Transformações e Desventuras

A narrativa segue a trajetória de Scott Thomas, cuja vida sofre um revés inesperado após o término de seu relacionamento amoroso. A partir deste ponto, desenrola-se uma série de eventos que culminam em uma decisão impulsiva: embarcar em uma aventura transcontinental. O que se revela é um roteiro repleto de peripécias e encontros fortuitos que, embora pareçam desprovidos de significado à primeira vista, contribuem para a tessitura de uma experiência transformadora.

A complexidade das relações humanas é exposta através das interações entre os personagens e os habitantes dos diversos países pelos quais transitam. A película explora o choque cultural e as nuances das amizades que se formam quando se está longe do conhecido. A diversidade dos cenários europeus serve como pano de fundo para a evolução dos personagens, que se veem imersos em situações que desafiam seus preconceitos e expandem suas perspectivas.

Humor e Reflexões Entrelaçados na Trama

Não obstante a leveza humorística que permeia o filme, há uma camada subjacente de reflexão sobre as escolhas e os erros cometidos na juventude. As risadas são garantidas, mas também existe um convite implícito ao espectador para ponderar sobre as consequências das próprias ações e sobre a importância da comunicação assertiva.

A explosividade narrativa é evidente na alternância entre momentos de pura comédia física e diálogos carregados de ironia e sarcasmo. A perplexidade surge no entrelaçamento de tramas secundárias que se conectam de maneira inesperada, revelando a habilidade do diretor em manter o público engajado e ansioso pelo desenrolar dos acontecimentos.

Ao final, “EuroTrip – Passaporte para a Confusão” não se limita a ser apenas um filme sobre uma viagem pela Europa; ele é um microcosmo das aventuras cinematográficas que convidam o público a explorar não apenas o mundo físico, mas também o universo das emoções humanas e das relações interpessoais.Filmes de aventura que vão te fazer querer largar tudo e VIAJAR

Comer Rezar Amar: Uma Odisseia Cinematográfica de Autoconhecimento

No vasto universo das adaptações cinematográficas, poucas obras capturam tão vividamente a essência da busca humana por significado e felicidade quanto “Comer Rezar Amar”. Este filme, baseado no aclamado livro homônimo de Elizabeth Gilbert, é uma jornada que transcende a narrativa convencional, oferecendo ao espectador uma experiência quase tangível das culturas e paisagens por onde a protagonista passa.

A Arte da Gastronomia Italiana e a Redescoberta dos Prazeres Simples

A Itália surge como o primeiro destino nesta peregrinação cinematográfica. Aqui, a protagonista, interpretada com maestria por Julia Roberts, mergulha de cabeça nos prazeres da culinária italiana. As cenas são um verdadeiro banquete visual, onde cada prato servido é mais do que uma simples refeição; é um convite para viver com paixão e deleitar-se nos pequenos prazeres que a vida oferece. A câmera passeia pelas ruelas de Roma e Nápoles, capturando a essência vibrante do “dolce far niente” – o doce fazer nada.

O Sagrado e o Profundo: A Imersão Espiritual na Índia

Após saciar-se com as delícias italianas, a jornada prossegue para o Oriente. A Índia não é apenas um cenário, mas um personagem complexo e multifacetado que desafia a protagonista em sua busca interior. A espiritualidade é palpável nas cenas filmadas em ashrams e templos antigos, onde o silêncio e a meditação são tão importantes quanto as palavras. O contraste entre o caos das ruas indianas e a serenidade dos locais sagrados reflete a dualidade da experiência humana, convidando o espectador a contemplar sua própria jornada espiritual.

A narrativa avança com uma profundidade emocional crescente, à medida que os desafios de introspecção e autoaceitação se tornam mais evidentes. A câmera, agora mais íntima, capta cada expressão de dúvida, dor e eventual iluminação no rosto da protagonista. É uma representação visceral da luta interna que todos enfrentamos ao procurar nosso lugar no mundo.

A explosividade do filme não reside apenas nas variações geográficas, mas também na montanha-russa emocional que ele proporciona. As transições entre cenas são feitas de maneira que mantêm o espectador engajado, alternando entre momentos de reflexão profunda e cenas de pura exuberância cultural.

Com “Comer Rezar Amar”, o cinema se torna uma ferramenta poderosa para explorar não apenas geografias distantes, mas também as paisagens internas do ser humano. Este filme é um convite aberto para todos aqueles que anseiam por aventura, significado e, acima de tudo, uma compreensão mais profunda de si mesmos. É um lembrete cinematográfico de que a jornada mais importante que podemos empreender é aquela que nos leva ao coração de nossa própria existência.Filmes de aventura que te farão querer largar tudo e VIAJAR

A Praia

Em um planeta onde aproximadamente 75% da população brasileira se rende ao apelo do oceano pelo menos uma vez ao ano, as praias configuram-se como cenários de incontáveis narrativas pessoais e coletivas. A pesquisa “Oceano sem Mistérios”, elaborada pela Fundação Grupo Boticário em colaboração com a Unesco e a Universidade Federal de São Paulo, revela que o litoral é mais do que um simples destino de lazer; é um elemento intrínseco à cultura e ao bem-estar dos brasileiros.

Os filmes, como espelhos da realidade, capturam essas experiências litorâneas e as transformam em aventuras cinematográficas que nos convidam a explorar o mundo. As telonas têm o poder de nos transportar para praias paradisíacas, onde a brisa marítima parece soprar através das cenas, e o som das ondas compõe a trilha sonora de momentos inesquecíveis.

A diversidade das paisagens costeiras brasileiras é refletida na variedade de ambientes apresentados nos filmes. Costões rochosos, manguezais, dunas, estuários, restingas, recifes de corais e falésias são apenas algumas das riquezas naturais que servem de pano de fundo para histórias de amor, aventura e descoberta. No entanto, é preciso notar que parte significativa da população ainda desconhece a existência de alguns desses ecossistemas, como evidenciado pela mesma pesquisa.

A representação cinematográfica desses espaços não apenas entretém, mas também educa. Ela pode aumentar a conscientização sobre a importância da preservação ambiental e inspirar um turismo mais responsável. Afinal, muitos dos espectadores são também viajantes em potencial que buscam replicar as experiências vistas nas telas em suas próprias jornadas.

  Como os efeitos especiais revolucionaram o cinema nerd.

É crucial reconhecer que as praias não são meros cenários estáticos; elas são dinâmicas e vivas. O impacto humano nesses locais pode ser tanto positivo quanto negativo. Enquanto os filmes podem glorificar a beleza intocada dos litorais, eles também têm o poder de alertar sobre as consequências do consumo irresponsável e do turismo predatório.

Ao embarcar nessas aventuras cinematográficas que exploram o mundo através das praias, os espectadores são convidados a refletir sobre suas próprias práticas enquanto turistas. Afinal, cada pegada na areia conta uma história e cada história tem o poder de moldar o futuro das nossas preciosas zonas costeiras.

Preparado para uma jornada épica sem sair do sofá? IMDb é o seu passaporte para o universo do cinema! Descubra filmes que vão te levar a destinos exóticos, aventuras emocionantes e enredos que desafiam a imaginação. Pegue a pipoca e boa viagem!

1. Como os filmes podem nos transportar para diferentes partes do mundo sem sair de casa?

Resposta: Os filmes têm o poder de nos levar em uma jornada cinematográfica através de paisagens exóticas, culturas distintas e locais icônicos, permitindo-nos explorar o mundo sem sair do conforto de nossas casas.

2. Qual é a importância de representações precisas e autênticas de diferentes culturas nos filmes de viagem?

Resposta: A representação precisa e autêntica de diferentes culturas nos filmes de viagem é crucial para promover a compreensão e o respeito entre as pessoas. Isso ajuda a quebrar estereótipos e preconceitos, além de proporcionar uma experiência mais enriquecedora para os espectadores.

3. Como os filmes podem inspirar as pessoas a viajar e explorar novos destinos?

Resposta: Os filmes têm o poder de despertar a curiosidade e a vontade de explorar novos destinos. Ao mostrar paisagens deslumbrantes, histórias emocionantes e aventuras inesquecíveis, eles podem inspirar as pessoas a sair da sua zona de conforto e embarcar em suas próprias jornadas.

4. Quais são alguns dos melhores filmes de viagem que podem despertar o desejo de explorar o mundo?

Resposta: Existem muitos filmes de viagem que podem despertar o desejo de explorar o mundo, como “Comer Rezar Amar”, “Na Natureza Selvagem”, “A Praia”, “EuroTrip – Passaporte para a Confusão” e muitos outros.

5. Como os filmes podem retratar as diferentes experiências que as pessoas têm ao viajar?

Resposta: Os filmes podem retratar as diferentes experiências que as pessoas têm ao viajar através das histórias dos personagens, mostrando desde aventuras emocionantes até momentos de reflexão e transformação pessoal durante suas jornadas.

6. Qual é o impacto dos filmes de viagem na indústria do turismo?

Resposta: Os filmes de viagem têm um impacto significativo na indústria do turismo, pois podem influenciar as escolhas e preferências dos viajantes. Ao destacar destinos específicos, eles podem aumentar o interesse em determinados lugares e impulsionar o turismo nessas regiões.

7. Como os filmes podem ajudar a promover a preservação do meio ambiente durante as viagens?

Resposta: Os filmes podem ajudar a promover a preservação do meio ambiente durante as viagens ao destacar a beleza natural dos destinos e conscientizar sobre a importância da sustentabilidade e do turismo responsável.

8. Quais são algumas das lições que podemos aprender com os filmes de viagem?

Resposta: Os filmes de viagem podem ensinar lições valiosas, como a importância da abertura para novas experiências, o valor das conexões humanas, a busca pelo autoconhecimento e a apreciação da diversidade cultural.

9. Como os filmes podem nos ajudar a superar o medo ou a hesitação em viajar para destinos desconhecidos?

Resposta: Os filmes podem nos ajudar a superar o medo ou a hesitação em viajar para destinos desconhecidos ao mostrar histórias inspiradoras de personagens que enfrentam desafios semelhantes e encontram coragem para embarcar em aventuras inesquecíveis.

10. Quais são algumas das características importantes que fazem um filme de viagem cativante?

Resposta: Algumas características importantes que fazem um filme de viagem cativante incluem paisagens deslumbrantes, narrativas envolventes, personagens cativantes, trilhas sonoras marcantes e uma mensagem inspiradora.

11. Como os filmes podem despertar nosso senso de admiração pelo mundo ao nosso redor?

Resposta: Os filmes têm o poder de despertar nosso senso de admiração pelo mundo ao nosso redor ao mostrar sua beleza, diversidade e complexidade através das imagens cinematográficas.

12. Quais são algumas das maneiras pelas quais os espectadores podem se envolver com os temas dos filmes de viagem em suas próprias vidas?

Resposta: Os espectadores podem se envolver com os temas dos filmes de viagem em suas próprias vidas através da busca por novas experiências, planejando suas próprias viagens, aprendendo sobre diferentes culturas e compartilhando suas histórias com outros.

13. Como os filmes podem nos ajudar a ver o mundo com uma perspectiva mais ampla?

Resposta: Os filmes podem nos ajudar a ver o mundo com uma perspectiva mais ampla ao nos transportarem para diferentes lugares, culturas e realidades, expandindo nossa compreensão do mundo além das nossas próprias vivências.

14. Quais são algumas das maneiras pelas quais os filmes podem nos inspirar a sermos viajantes mais conscientes e responsáveis?

Resposta: Os filmes podem nos inspirar a sermos viajantes mais conscientes e responsáveis ao mostrarem exemplos positivos de turismo sustentável, respeito pela cultura local e preservação do meio ambiente.

15. Por que os filmes continuam sendo uma fonte popular de inspiração para viajantes em potencial?

Resposta: Os filmes continuam sendo uma fonte popular de inspiração para viajantes em potencial porque têm o poder único de nos transportar para lugares distantes, despertando nossa imaginação, curiosidade e desejo de explorar o mundo além das fronteiras físicas.

Filmes de aventura que te farão querer largar tudo e VIAJAR

– “Na Natureza Selvagem”: Uma Jornada de Autoconhecimento e Liberdade
– A jornada de McCandless é marcada por encontros e desencontros
– A América dos marginalizados
– Reflexões sobre liberdade e escolhas

  Reviva a Magia: Filmes que Revisitam o Passado

– “EuroTrip – Passaporte para a Confusão”
– Uma jornada de transformações e desventuras
– A complexidade das relações humanas é exposta
– Humor e reflexões entrelaçados na trama

– “Comer Rezar Amar: Uma Odisseia Cinematográfica de Autoconhecimento”
– A arte da gastronomia italiana e a redescoberta dos prazeres simples
– O sagrado e o profundo: a imersão espiritual na Índia
– Profundidade emocional e reflexões sobre a busca por significado

– “A Praia”
– As praias como cenários de aventuras cinematográficas
– A diversidade das paisagens costeiras brasileiras
– A importância da preservação ambiental e do turismo responsável

Filme Sinopse
Na Natureza Selvagem Baseado em eventos reais, o filme conta a história de Chris McCandless, um jovem que decide abandonar sua vida privilegiada para explorar o Alasca em uma aventura solitária.
EuroTrip – Passaporte para a Confusão Após terminar um relacionamento, Scott Thomas embarca em uma aventura transcontinental pela Europa, enfrentando uma série de desventuras e descobertas pessoais.
Comer Rezar Amar Baseado no livro homônimo, o filme acompanha a jornada de uma mulher que decide viajar para a Itália, Índia e Bali em busca de autoconhecimento e significado.
A Praia Um jovem viajante descobre um mapa que o leva a uma praia paradisíaca na Tailândia, onde ele encontra uma comunidade secreta e vive diversas aventuras.

– Aventuras cinematográficas: filmes que nos levam a explorar diferentes lugares e culturas através da tela.
– Explorar o mundo: descobrir novos destinos, paisagens e experiências em diferentes partes do globo.
– Autoconhecimento: processo de descoberta e compreensão de si mesmo, muitas vezes através de experiências de viagem.
– Liberdade: a busca por independência, autonomia e a capacidade de fazer escolhas que nos tragam felicidade e realização.
– Sociedade contemporânea: a cultura e os valores da sociedade atual, marcada por convenções e expectativas sociais.
– Significado da existência humana: reflexão sobre o propósito e o sentido da vida humana.
– Encontros e desencontros: encontros fortuitos com pessoas que cruzam nosso caminho, mas também momentos em que nos sentimos perdidos ou desconectados.
– Natureza: o mundo natural, seus elementos e sua importância para nossa vida e bem-estar.
– Solidão: a sensação de estar sozinho, muitas vezes associada à busca por liberdade e autoconhecimento.
– América dos marginalizados: pessoas que vivem à margem da sociedade, adotando estilos de vida alternativos.
– Simplicidade da vida no campo: a vida simples e conectada com a natureza que é vivida nas áreas rurais.
– Complexidade emocional: as emoções e sentimentos complexos que surgem nas relações humanas.
– Reflexões sobre liberdade: pensamentos e questionamentos sobre o que é verdadeiramente ser livre.
– Escolhas radicais: decisões que desafiam o status quo e têm um impacto significativo em nossas vidas.
– Espírito humano: a essência do ser humano e sua busca por autenticidade.
– Limitações humanas: as restrições que enfrentamos como seres humanos diante dos desafios da natureza.
– Jornada de transformações: uma viagem ou experiência que nos muda profundamente.
– Humor: elementos cômicos presentes na trama do filme.
– Erros cometidos na juventude: as escolhas equivocadas feitas quando somos jovens e as lições aprendidas com elas.
– Comunicação assertiva: habilidade de se expressar de forma clara e eficaz.
– Ironia e sarcasmo: uso do humor para criticar ou ridicularizar algo ou alguém.
– Variação geográfica: mudanças na localização geográfica ao longo do filme.
– Montanha-russa emocional: alternância entre momentos de emoção intensa e momentos mais tranquilos na trama do filme.
– Culturas estrangeiras: as diferentes culturas encontradas durante as viagens dos personagens do filme.
– Experiências litorâneas: vivências relacionadas às praias, como banhos de mar, passeios à beira-mar, entre outros.
– Bem-estar: o estado de estar saudável e feliz, muitas vezes associado à proximidade do mar.
– Preservação ambiental: proteção e conservação do meio ambiente natural para garantir sua sustentabilidade.
– Turismo responsável: prática de viajar de forma consciente, respeitando o meio ambiente e as comunidades locais.

Explorando a Influência do Cinema no Turismo

A relação entre o cinema e o turismo é indissociável e merece ser destacada. Quando filmes de aventura retratam paisagens exóticas e culturas diversas, eles não apenas entretêm, mas também despertam a curiosidade e o desejo de explorar novos destinos. A indústria cinematográfica frequentemente serve como uma vitrine para locais até então pouco conhecidos, impulsionando o turismo e a economia local. Destinos que serviram de cenário para grandes produções muitas vezes experimentam um aumento significativo no número de visitantes, o que ressalta a importância do cinema como ferramenta de promoção turística. Assim, ao mergulhar nas narrativas de filmes de aventura, o espectador é convidado não apenas a sonhar, mas também a planejar sua própria jornada, seguindo os passos de seus heróis favoritos.

A Sustentabilidade no Turismo Inspirado pelo Cinema

Com a crescente popularidade dos destinos promovidos pelo cinema, surge uma preocupação relevante: a sustentabilidade desses locais. É crucial que os entusiastas de viagens inspiradas por filmes de aventura estejam cientes da importância da preservação ambiental e cultural dos lugares que visitam. O conceito de turismo sustentável enfatiza a necessidade de minimizar impactos negativos, garantindo que as gerações futuras possam desfrutar das mesmas experiências. Portanto, ao planejar uma viagem motivada pelas paisagens e histórias vistas na tela grande, é essencial considerar práticas responsáveis que respeitem o meio ambiente e as comunidades locais. A conscientização sobre ecoturismo e turismo responsável é fundamental para manter a integridade dos destinos que tanto nos inspiram através das aventuras cinematográficas.

Fontes

* _America.gov_. Aventura ao ar livre para todos. Disponível em: https://share.america.gov/pt-br/aventura-ao-ar-livre-para-todos/

* _Markendorf, Márcio_. Road Movie: A Narrativa de Viagem Contemporânea. Disponível em: https://www.academia.edu/4277041/Road_Movie_A_Narrativa_de_Viagem_Contempor%C3%A2nea_Marcio_Markendorf

* _Academia.edu_. A Viagem de Chihiro. Disponível em: https://www.academia.edu/36430791/A_Viagem_de_Chihiro

* _Academia.edu_. VIAGEM AO CINEMA SILENCIOSO DO BRASIL. Disponível em: https://www.academia.edu/43639954/VIAGEM_AO_CINEMA_SILENCIOSO_DO_BRASIL

* _Academia.edu_. Literatura de explorações e aventuras: as viagens extraordinárias de Júlio Verne. Disponível em: https://www.academia.edu/52753200/Literatura_de_explora%C3%A7%C3%B5es_e_aventuras_as_viagens_extraordin%C3%A1rias_de_J%C3%BAlio_Verne

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.