Notícias e entretenimento nerd!

10 Razões pela qual o Filme de Assassin’s Creed Fracassou (Com Críticos, Público & Bilheteria)

0

Filme Assassin’s Creed é considerado um dos piores filmes baseados em videogames de todos os tempos

O filme Assassin’s Creed, lançado em 2016 e baseado na popular franquia de videogames de mesmo nome, está sendo considerado um dos piores filmes baseados em jogos eletrônicos de todos os tempos. Tanto a recepção nas bilheterias quanto a resposta dos fãs foram extremamente negativas.

Com um elenco composto por grandes estrelas de cinema e indicados ao Oscar, como Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons e Brendan Gleeson, o filme tinha tudo para ser um sucesso. Além disso, o alto valor de produção, com filmagens em locações reais e figurinos e cenários fiéis aos períodos retratados, prometia uma experiência visual impressionante.

No entanto, Assassin’s Creed não conseguiu alcançar o sucesso esperado. O filme teve um desempenho fraco nas bilheterias e foi duramente criticado pelos especialistas, recebendo uma classificação de apenas 19% no Rotten Tomatoes.

Uma das principais razões para essa decepção foi a falta das características visualmente impressionantes presentes nos jogos da franquia Assassin’s Creed. Enquanto os jogos são conhecidos por seus visuais empolgantes e cenários magníficos, o filme apresenta uma estética monótona e sem vida. Metade da trama se passa em um laboratório, o que contribui para a falta de apelo visual do filme. Além disso, a falta de aventura e parkour, elementos tão queridos pelos fãs nos jogos, também foram pontos negativos apontados na adaptação cinematográfica.

O enredo do filme gira em torno de Cal, interpretado por Michael Fassbender, que precisa recuperar um artefato e impedir a Ordem dos Templários de usá-lo para escravizar a humanidade. No entanto, o filme se concentra demasiadamente no aspecto de ficção científica da narrativa, em detrimento da ação e da aventura presentes nos jogos. Outro aspecto criticado foi a escolha de um personagem original, Cal, em vez de utilizar algum dos protagonistas já estabelecidos nos jogos. Isso resultou em uma falta de conexão com o personagem por parte do público.

  Descubra qual cor de sabre de luz pode revelar o destino de Cal em Star Wars Jedi: Survivor!

Além disso, Assassin’s Creed foi acusado de levar-se muito a sério e não trazer diversão para os espectadores. A franquia é conhecida por sua atmosfera divertida e repleta de sequências empolgantes, mas o filme optou por uma abordagem mais sombria e séria, o que não funcionou bem com os críticos nem com o público.

Em relação ao elenco, houve reclamações sobre a falta de química entre os atores. Isso pode ter contribuído para um desempenho menos convincente das performances individuais.

Assim, pode-se concluir que Assassin’s Creed falhou na tentativa de trazer para as telas toda a magia e emoção encontradas nos videogames que conquistaram tantos fãs ao redor do mundo. O filme pecou ao desconsiderar elementos essenciais da franquia, como os visuais impressionantes, a aventura e o carisma dos personagens, resultando em uma adaptação desapontadora tanto para os fãs quanto para os críticos.

Fato Detalhes
Título Assassin’s Creed é considerado um dos piores filmes baseados em videogames de todos os tempos
Lançamento 2016
Elenco Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons, Brendan Gleeson
Bilheterias Desempenho fraco
Recepção 19% no Rotten Tomatoes
Visual Ausência de características visuais impressionantes presentes nos jogos
Enredo Cal precisa recuperar um artefato e impedir a Ordem dos Templários de usá-lo para escravizar a humanidade
Personagem Escolha de um personagem original, Cal, em vez de utilizar algum dos protagonistas já estabelecidos nos jogos
Tom sério Abordagem mais sombria e séria em vez de trazer diversão
Elenco Falta de química entre os atores
Conclusão O filme falhou em trazer para as telas a magia e emoção dos jogos, desconsiderando elementos essenciais da franquia

Com informações do Screen Rant.

Leave A Reply

Your email address will not be published.