Notícias e entretenimento nerd!

CEO da Microsoft quer acabar com os Jogos Exclusivos para Consoles!

0

CEO da Microsoft deseja acabar com jogos exclusivos para consoles, mas decisão não está em suas mãos

O CEO da Microsoft, Satya Nadella, expressou o desejo de acabar com os jogos exclusivos para consoles. No julgamento entre a Microsoft e a Federal Trade Commission (FTC) desta semana, várias informações foram divulgadas, seja através de e-mails apresentados ao tribunal ou de depoimentos prestados.

Entre as novidades, destaca-se o comentário de Nadella, que defendeu o fim dos jogos exclusivos para consoles. Embora ele tenha ressaltado que não toma as decisões na divisão Xbox, Nadella afirmou: “Eu adoraria me livrar de todos os jogos exclusivos em consoles, mas isso não depende de mim, especialmente quando se trata de um jogador com uma participação de mercado baixa. O jogador dominante [Sony] definiu a competição no mercado mediante o uso dos exclusivos, então é nesse mundo que vivemos. Eu não tenho afeto por esse modelo.”

As declarações de Nadella surgem um dia após os comentários de Jim Ryan, chefe da divisão PlayStation, durante o processo judicial. Ryan afirmou que jogos exclusivos como Starfield não são anticompetitivos e ressaltou a importância do investimento da Sony em jogos produzidos dentro do seu próprio ecossistema.

E-mails divulgados pela Microsoft revelaram planos da empresa para adquirir outras grandes desenvolvedoras de jogos como Square Enix, Sega e até mesmo a Bungie, recentemente comprada pela PlayStation.

O julgamento entre a Microsoft e a FTC ainda não foi concluído, então é possível que mais informações sejam reveladas nos próximos dias. Caso o resultado seja favorável à Microsoft, espera-se que a compra da Activision seja finalizada em breve. No entanto, se o resultado for desfavorável, ainda não está claro se a empresa desistirá da aquisição ou se tentará recorrer da decisão.

  EXCLUSIVO: Gameplay de STAR WARS revela Combate, Speeders e Hiperespaço em ação IMPERDÍVEL!

Essa discussão sobre jogos exclusivos para consoles tem impacto na indústria como um todo. Enquanto alguns argumentam que os exclusivos são uma estratégia válida para impulsionar as vendas de determinado console e oferecer experiências únicas aos jogadores, outros defendem que isso limita a escolha dos consumidores e pode ser considerado anticompetitivo.

Em resumo, o CEO da Microsoft expressou seu desejo de acabar com os jogos exclusivos para consoles, mas ressaltou que essa decisão não cabe a ele. O julgamento entre a Microsoft e a FTC ainda está em andamento, trazendo à tona diversas informações relevantes sobre o mercado de games. Resta aguardar o desfecho dessa disputa e ver qual será o impacto nas aquisições planejadas pela Microsoft.

Resumo da Notícia
No julgamento entre a Microsoft e a Federal Trade Commission (FTC), o CEO da Microsoft, Satya Nadella, expressou seu desejo de acabar com os jogos exclusivos para consoles, mas ressaltou que essa decisão não depende dele.
O chefe da divisão PlayStation, Jim Ryan, defendeu a importância dos jogos exclusivos e afirmou que eles não são anticompetitivos.
E-mails divulgados pela Microsoft revelaram planos da empresa para adquirir outras grandes desenvolvedoras de jogos, como Square Enix, Sega e Bungie.
O julgamento entre a Microsoft e a FTC ainda está em andamento e o resultado pode impactar as aquisições planejadas pela Microsoft.

Com informações do Legião dos Heróis.

Leave A Reply

Your email address will not be published.