Notícias e entretenimento nerd!

FORÇA AÉREA DOS EUA RESOLVE PROBLEMA CARÍSSIMO DE JATOS F-35 COM PLÁSTICO E IMPRESSORA 3D: SOLUÇÃO REVOLUCIONÁRIA!

0

EUA resolve problema caríssimo de jatos F-35 com plástico e impressora 3D

A AFREP (Air Force Repair Improvement Program) encontrou uma solução econômica para resolver um problema recorrente nos jatos F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos. Os sensores localizados no nariz dessas aeronaves frequentemente quebram e as peças de reposição têm um alto custo, chegando a mais de US$ 600 cada.

Para solucionar esse impasse, a AFREP desenvolveu uma peça de plástico impressa em 3D, que se encaixa perfeitamente nos sensores do F-35. Além de serem duráveis, as novas peças são flexíveis e aderem perfeitamente ao avião, podendo ser facilmente fixadas em ambos os lados do nariz. O melhor de tudo é o custo: cada peça impressa em 3D custa apenas US$ 45.

O processo de fabricação das peças também é eficiente, levando aproximadamente 22 horas para produzir uma nova peça com a impressora 3D da oficina. Essa solução tem se mostrado tão eficaz que a Força Aérea está considerando patentear o projeto.

Com essa iniciativa, a AFREP não só resolve um problema recorrente nos jatos F-35, como também economiza milhões de dólares em peças de reposição. Estima-se que desde 2001, somente na base aérea de Davis-Monthan, no Arizona, onde está localizada a oficina da AFREP, tenha sido possível economizar cerca de US$ 86 milhões em reparos nos modelos A-10, C-130 e HH-60.

A AFREP continua buscando maneiras de reduzir os custos de manutenção e melhorar seus recursos. Além do uso da impressora 3D, a oficina também imprime as peças em várias cores e adiciona o símbolo do esquadrão que as receberá. Essa abordagem inovadora tem chamado a atenção, recebendo solicitações de outras bases do F-35 interessadas em adotar a mesma solução.

  Nova série da HBO: White House Plumbers - intrigas e comédia na Casa Branca

Em resumo, a AFREP encontrou uma solução mais econômica para substituir peças quebradas nos jatos F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos. Com o uso de uma peça de plástico impressa em 3D, eles foram capazes de resolver um problema recorrente e reduzir significativamente os custos de manutenção. Essa iniciativa tem chamado a atenção não apenas internamente, mas também de outras bases interessadas em adotar essa solução inovadora.

Notícia
O relatório a seguir traz informações sobre uma solução encontrada pela AFREP (Air Force Repair Improvement Program) para resolver um problema nos jatos F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos.
Os sensores localizados no nariz desses caças frequentemente quebram e as peças de reposição são caras, custando mais de US$ 600 cada.
A AFREP desenvolveu uma peça de plástico impressa em 3D, que se encaixa perfeitamente nos sensores do F-35.
As novas peças são duráveis, flexíveis e aderem perfeitamente ao avião.
Cada peça impressa em 3D custa apenas US$ 45.
O processo de fabricação das peças é rápido e eficiente, levando aproximadamente 22 horas.
A AFREP está considerando patentear o projeto.
A solução economizou cerca de US$ 86 milhões em reparos desde 2001.
A oficina da AFREP recebe solicitações de outras bases interessadas em adotar a mesma solução.

Com informações do IGN.

Leave A Reply

Your email address will not be published.