Notícias e entretenimento nerd!

Revolução! Conheça as Novas Técnicas de Duelos com Sabres de Luz em Star Wars

0

Star Wars: Duelos de sabre de luz evoluem e melhoram nas produções mais modernas

Desde que o duelo de sabre de luz se tornou um elemento icônico de Star Wars, as lutas nas produções mais modernas mudaram um pouco e, de certa forma, melhoraram até mesmo os filmes de George Lucas.

Dos nove filmes principais da Saga Skywalker, apenas Star Wars: Os Últimos Jedi não apresenta uma luta típica de sabre de luz. Todos os outros oito filmes episódicos que compõem a franquia Star Wars incluem diferentes variações de duelos com sabres de luz, permitindo que muitas formas, técnicas e estilos diferentes brilhem através deles.

Os duelos com sabres de luz em Star Wars evoluíram

Vale ressaltar que batalhas como o Duelo dos Destinos ou a Batalha dos Heróis em A Ameaça Fantasma e A Vingança dos Sith, respectivamente, continuam sendo o padrão ouro para os duelos com sabres de luz em Star Wars. No entanto, existem algumas maneiras pelas quais os projetos modernos da Disney para Star Wars melhoraram em relação aos filmes de Lucas.

Enquanto a habilidade coreográfica e as lutas estilizadas de Lucas ainda se destacam nos filmes prequels, e nada desde então superou essas duas batalhas mencionadas anteriormente, é na abordagem sutil ao estilo que os filmes e séries modernas mudaram o conceito do duelo com sabre de luz de Lucas – e em alguns aspectos melhoraram.

A influência das trilogias respectivas de Lucas nos duelos com sabre de luz

Em primeiro lugar, vale explorar como as trilogias respectivas de Lucas foram influenciadas em termos do combate com sabre de luz. A trilogia original naturalmente era muito menos chamativa e cinematográfica do que a trilogia prequel era, simplesmente por causa dos orçamentos menores, da natureza menos avançada da cinematografia e do escopo um tanto menor dos filmes.

  10 Razões pela qual o Filme de Assassin's Creed Fracassou (Com Críticos, Público & Bilheteria)

Como resultado, a trilogia original de Star Wars foi criada com suas batalhas e duelos com sabres de luz baseados em esportes de combate com espadas muito mais íntimos, como o esgrima ocidental e o Kendo japonês, e seus combatentes. Essas inspirações permitiram que os duelos originais de sabre de luz de Lucas se assemelhassem mais aos samurais, nos quais os Jedi foram inicialmente baseados.

Esses esportes têm muitas semelhanças, como pontos só sendo marcados ao atingir uma parte específica do corpo do oponente. Assim, cada movimento em ambos os esportes tem o objetivo de atingir um alvo pré-concebido, o que é evidente nas primeiras lutas com sabre de luz de Lucas. Em Uma Nova Esperança, por exemplo, a luta com sabres de luz entre Vader e Obi-Wan não é rápida ou intensamente coreografado, em vez disso mostrando os dois homens golpeando esporadicamente e com propósito, como lutadores fariam no esgrima e no Kendo.

O Kendo também mantém seus combatentes próximos um do outro, e parte do desafio é conseguir espaço para acertar um ponto, o que fica evidente nas posições próximas de Obi-Wan e Vader na luta.

A evolução dos duelos com sabre de luz nas trilogias prequel

A trilogia prequel de Star Wars então mudou os duelos com sabre de luz adicionando novas influências ao estilo ocidental de esgrima e Kendo da trilogia original. Essas influências foram formas chinesas como DanDao e Tai Chi.

Embora os duelos de Lucas ainda emulassem principalmente a ideia dos samurais, as influências chinesas permitiram que as batalhas fluíssem muito mais suavemente. DanDao é literalmente traduzido como sabre único e muitas vezes é usado para se referir a qualquer luta em que uma única espada – ou Dao – seja usada sem um escudo. Ao longo da história chinesa, o Dao foi usado para se referir a qualquer arma de lâmina única, geralmente com uma ponteira curva para golpear como os sabres de luz.

  DIABLO 4 SOFRE ATAQUE HACKER E FÃS PEDIM MODO OFFLINE!

Assim, qualquer Dao foi utilizado ao longo dos anos pela sua versatilidade, pois é uma arma que atende às necessidades de quem a empunha. Isso é semelhante aos sabres de luz, que podem ser usados de várias maneiras para atender ao Jedi que o empunha. Em termos das influências do Tai Chi, essa arte marcial chinesa enfatiza o equilíbrio, movimentos fluidos e a conexão entre mente e corpo.cial chinesa enfatiza a fluidez dos movimentos e a conexão entre mente e corpo. Essa abordagem mais suave e fluida pode ser vista nos duelos de sabre de luz da trilogia prequel, onde os movimentos dos Jedi são mais graciosos e elegantes.

Já nas produções mais modernas da Disney, como a trilogia sequela e as séries de TV, vemos uma abordagem ainda mais sutil e realista para os duelos com sabres de luz. Os coreógrafos e diretores optaram por enfatizar a intensidade emocional e a narrativa dos combates, em vez de apenas a exibição de habilidades acrobáticas. Os duelos são mais brutais e menos coreografados, transmitindo a urgência e o perigo da situação.

Além disso, as produções modernas também exploram diferentes estilos de luta com sabre de luz. Por exemplo, em Star Wars: O Despertar da Força, vemos Rey, uma personagem sem treinamento formal, usando o sabre de luz de forma mais instintiva e improvisada. Isso adiciona uma camada de realismo e autenticidade aos combates.

Em resumo, os duelos com sabres de luz em Star Wars evoluíram ao longo dos anos, desde os filmes originais de George Lucas até as produções mais recentes da Disney. As influências de esgrima ocidental, Kendo, formas chinesas e até mesmo estilos improvisados contribuíram para a diversidade e a riqueza dos combates. Cada trilogia e série trouxe sua própria abordagem única, melhorando e expandindo o conceito do duelo com sabre de luz. Com informações do Screen Rant.

  FÃS DE ZELDA LAMENTAM: PRÍNCIPE SIDON JÁ TEM NOIVA EM TEARS OF THE KINGDOM!
Leave A Reply

Your email address will not be published.